A pespineta

A “amiga” Olga
É uma pespineta,
E tem pêlo na venta
Mesmo indo de folga!?

Que não tendo espaço
Pr’a colocar a maleta,
Salta-lh’a corneta
E mostra-se com’o aço!?

Grit’a em vozeirão
Qu’a “mâl’a mête no cûe”,
Se por acaso foste tu
A ocupar-lh’a estação!!!

Qu’o espaço vital
É apenas dela,
E ai de quem, por ela,
Ali ponh’o bornal!?

“Olha, pônho a mâla
No cûe?!” –
E assim se expõe no nu
Qu’exala!!

A pespineta
S’ali “bem” me pudesse,
Fazia-me em maionese
Com travo de pimenta!!

A mulher pequena
A pender pr’o roliço,
Manda sempre no serviço
De forma plena!!

E por não-cubana,
Manda mais ainda,
Porque é mais linda
Qu’a mais linda cigana!

E não lhe falta estilo
Ou travo de voz,
Pois grasna como um albatroz
Do Nilo!

Tanta gente boa,
Magra e elegante,
E anda esta gente
A fazer que voa?!?

É fazer uma avioneta
Toda só pr’a “amiga” Olga,
Pois qu’ela, vindo de folga,
Só quer a mala na gaveta!?

Joker

19780660_10210045580552491_5686068494142515390_o

Anúncios

Posted on 16 de Julho de 2017, in Palhaçadas. Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s