A Sublime Porta (da rua)

Sente-s’a mudança
No ar,
E quem queria acreditar…
Até ond’a vista alcança!?

Já há um ex-espectro
De situacionismo,
E um recente alarmismo
Dá-se em conta d’aperto…

Foi um acto de desespero
A última “prova d’amor”,
Tudo s’entregara ao empregador
Em destempero…

E nessa foto da praxe
Tod’a comitiva sorria,
Pois nad’os comprometia
No engraxe…

Mas find’o longo reinado
Do nosso grande Paxá,
O Vizir ainda se quer lá,
Com tudo “controlado”…

Caiu a “Sublime Porta”,
O nosso Império Otomano!
E grit’o turco, ufano,
“Isso qu’importa?!”

Lá vai o nosso Sultão,
E ficamos c’o Grão-Vizir,
Porque ele é que sabe servir
A nomeação!

“Vão dois chefes no comando”,
Grit’o Vizir com enfado,
“E um já vai nomeado
Como formando!”…

“Vai fazer o relatório
Como mand’a lei,
Porque fui eu qu’o empreguei,
No meio de tanto falatório…”

Pois que sim, o Grão-Vizir
Tem o poder omnipotente,
De julgar tod’a esta gente
“Com’é que há-de ir”…

E o poder sendo só seu,
É instância de recurso,
Qu’ele julga do seu abuso
No recurso que lhe deu?!

É assim a “Sublime Porta”
Na sua autocracia reinante,
Qu’o nosso Vizir é o bastante
Pr’a ensinar e dar a nota!?

Ele domin’o império
C’a sua pequena comitiva,
E que só a isso ela sirva
É que é um “mistério”…

Que com tão ilustres Beis
A coadjuvar tal governo,
O império não seja eterno
Por falta de Reis?!

Servidores do palácio
Do nosso querido Vizir,
Agor’a que vão servir?
Quem vai escrever o epitáfio?

Estas mentes tão brilhantes
Da casta dos grandes turcos,
Vão converter-se em eunucos
E em escravos suplicantes?

Ah, que tragédia!
Logo agora que, com saber,
O Vizir já s’estav’a ver
Acima da média…

Já tinha um longo reinado
E uma casta obediente,
E tudo daqui par’a frente
Tomado…

Tod’as nações otomanas
Se tinham sob o seu jugo,
Senão vinham ao verdugo
Nas suas zarabatanas…

E mandava os seus “juízes”
Lá gritar de sua justiça,
Qu’ele não estava ali por cobiça,
Mas porque criara raízes…

E gritavam muito alto
Nas suas vozes tonitruantes,
Porque eles eram os garantes
Do seu próprio salto!!

O império já morreu,
E vêm aí os “novos turcos”,
Mas o Vizir tem recursos,
Pois qu’o dinheiro é seu!

Ganhou-o honradamente
Em tantas horas de labor,
Que até cedeu ao suor
A trabalhar como tod’a gente…

Menos, claro, no Natal,
Qu’a comitiva “islamita”
Teve que ir de comandita
Trabalhar de comensal!

Ou ali no fim do ano
Ond’o trabalho foi duplo,
E assim lá foi o grupo
Trabalhar num mano-a-mano!

Que pena que vamos ter
Da saída do Vizir,
Que dele ainda nos vamos rir
No que nos fez entreter!

Ou daquela comitiva
Tão solícita em trabalho,
Qu’o império no Serralho
Trabalhava como na estiva!!

Vamos perder os Osmanlis
Do nosso reinado Otomano,
Mas o Vizir é o soberano
A pôr os pontos nos “is”!

Por isso a “Turquia”
Do novo “Ataturk”,
Que saiba que no “souk”
Ainda rein’a monarquia!

E o Vizir só arrastado
S’afasta do poder,
Pois enquanto puder receber
Já tem outro “curso” marcado…

E um bom Vizir
É a sede de tod’o conhecimento,
E só isso justifica o incremento
Que conseguir…

Que na pátria otomana
Só os eleitos de Deus,
Os tom’a Alá por seus
No pagamento a qu’os chama!

O qu’o império vai perder
Na saída de tais súbditos!!?
Que muitos serão os tumultos
Ao ver Contantinopl’a arder…

Como Nero fez com Roma,
Assim se verá Istambul,
E até a Mesquita Azul
Se converterá numa chama…

E o mundo inerte e confuso
Na queda de tal civilização,
Terá do Vizir a nomeação
Do seu próprio abuso…

Assim caem os reinados
E os impérios de longa data,
Que tod’o vizir, ou sátrapa,
Terá sempr’os dias contados…

Joker

Thomas_allom,_c1840,_The_Enterance_to_Divan.png

Anúncios

Posted on 13 de Março de 2017, in Palhaçadas. Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s