Delito de opinião

Eu sei o que digo
Naquilo qu’escrevo,
E nunca me nego
A trazê-la comigo!

A minha palavra
Sim, vale por si,
E do qu’escrevi
Ela nunca s’apaga!

Se nisto se pensa
Que há medo no escrito,
Daqui mais lhe grito
A minha coerência!

Eu sei o qu’escuto
No que reproduzo,
E não há nisto abuso
Dizê-lo grosso e curto!!

E s’alguém se tem
Acima da crítica,
Aqui não há lírica
Pr’ó que convém!!

O que se apregoa
Tem força de prova,
E não é grande nova
Nem tida por boa…

Mas vale por si
Na peça da dúvida,
E ouvi-la por música
No Dó-Ré-Mi-Fá-Sol-Lá-Si…

Está lá tudo escrito
No registo de “baixa”,
E nada se deixa
No ar como dito!!

Está nisso gravado,
Qual é a questão?
Eu dou-lhe o perdão
Qu’o poema está dado!

A responsabilidade
Do cargo inerente,
Toma-nos por gente
De qualidade…

Dizer que s’o faz
Ou fingir-se doente,
Não é indiferente
A quem nisto é capaz!!

E dar por exemplo
Um apelo de fraude,
Como luta não cabe
Para cada membro!!

Mas vindo de quem
Por exemplo passado,
É exemplo agravado
Por estar tão aquém…

Por isso o digo
E nist’o reafirmo:
Não me sinto digno
Em tal testigo!!

E a minha palavra
Mantém-se igual;
Há nisto mal
No que s’escreva?

A opinião é crime
Como um direito?
Ou não dá jeito
O que s’exprime?

Acaso é mentira
O que se disse?
Eu peço a “reprise”
Pr’a quem delira!

Sim, está gravado
Lá esse apelo!!
Um atropelo
Ao clausulado!!

S’exist’o direito
Não s’o invoca?
O medo é a troca,
E a “baixa” o efeito..

Joker

delito

Posted on 9 de Junho de 2016, in Palhaçadas. Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s