Insubmissão

Bem sei qu’é preciso
Tê-los no sítio,
E não ser feio ou bonito,
No choro ou riso…

E contr’a inconveniências,
Denunciar!!
Que pactuar,
Dá mais “essências”!

E a cada investida
Dos “indignados”,
Saber dos culpados
Em defesa esquiva…

E ainda assim
Manter firmeza,
Pois qu’a certeza
Chega no fim!!

E esse “muitos”
Qu’agora clamam
(porque já não mamam),
Não são fortuitos!!

Daí o ataque
Ao mensageiro,
Por justiceiro,
“Homem do fraque”…

Que sou da PIDE
E Voam d’alto,
Não por assalto,
Mas porque se pede…

E em tais poemas
“Elaborados”,
São aclamados
Em parcas penas…

E a coragem
Que não se vende,
Até os compreende
Nessa mensagem…

Queriam ficar
Como outrora,
Mas vind’o agora,
Tudo vai mudar!!

E isso porquê,
Se tudo estava bem?!
Ou há alguém
Qu’isto não vê?

Porque se muda
Um sistema podre,
Se tudo era nobre
Na prestimosa ajuda?

E nessa mudança
Que ded’a operou?
E o que mudou
Que nos motiva esperança?

Um velho sistema
Cheio de raízes,
De pessoas “felizes”
Por lema…

Onde a clientela
Qu’agora reclama,
De pronto s’afirma
Não ser ela…

E vind’a terreiro
Pr’a s’inocentar,
Querem acusar
O mensageiro…

É preciso tê-los…
E aqui vos digo,
Qu’os trago comigo!
Querem vê-los?

Podem pois chorar
Essa “indignação”,
Qu’a vossa “multidão”
Não me vai calar!!

Só peço justiça,
E pois sim, equidade!!
E antes disso, a verdade
Insubmissa!!!

Joker

insumissão

Posted on 28 de Maio de 2016, in Palhaçadas. Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s