Crónicas d’além túmulo

O vampiro, por farto,
Dessa sua eterna vida,
E já a sentindo sofrida,
Tentou-se morto…

Que já não vive
Por sanguinário,
Pois qu’o necessário
Não o recebe!!

E diz-se morto,
Por moribundo…
Mas lá no fundo,
O vampiro é torto!!

E clama justiça
No declaração d’óbito,
E em tal imbróglio
Lá tentou a liça!!

Julgou ver o Alado
Nessa sua “morte”,
E tentou, por forte,
Tê-lo por difamado!?

E nisto s’insurgiu
Pr’a tirar d’esforço,
Mas sendo um moço,
O vampiro fugiu…

E nisto voou
Como um ser eterno,
Que só no inferno
Se lhe perdoou!

E tentado morto,
É um morto-vivo!
E o seu castigo
É viver sem conforto…

Estava habituado
A ter o que queria,
E ele o que se ria
Por abençoado!

Mas tudo tem final
Mesmo pr’o eterno,
E hoje é no inferno
Qu’ele vive, e mal…

E nisso s’insurge
Por não se ter vivente,
Qu’ele também é gente,
De longe a longe…

E mais morto que vivo
Lá tentou vingança,
Qu’ainda lhe rest’a espr’nça
De faltar o arquivo…

E no seu registo
De tudo sugar,
Ele lá s’ocultar…
E ainda estar bem visto!!?

Qu’o vampiro morreu,
É apenas aparência,
Qu’em tod’a coincidência
Ele bem nos mordeu!!

E a todos suga
O sangue da vida…
Qu’a dele é protegida
No sangue qu’abunda…

Mas faltand’o licor
Que lhe dá alegria,
Fic’a d’alergia
Em pele de rubor!!

D’exangue, vermelho,
Sente-se faminto,
E o vampiro é extinto
Sem chegar a velho…

🙂

Joker

o-DRACULA-CINEMA-facebook

Posted on 23 de Abril de 2016, in Palhaçadas. Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s