Bicho-Papão

Assustam-nos c’o “Papão”
No cartaz de “extrema-esquerda”
E invocam tod’a essa perda
Para o seu bem – da “Nação”!

E já recuam uns bons anos
Na razão da propaganda
E são mestres, na demanda
C’o emprego mudou-lhes os planos!!

E o destruir, é a regra
Do crédito de quem critica
E o cartaz, dignifica
A política qu’o nega!!

É est’a regra democrática
De quem se vê já a perder?
E só assim ver “combater”
A sua proposta, por bélica?

Atacam o “correligionário”
Que pensa pelos seus botões!
Anunciando às multidões
Aquele por revolucionário?

Um homem da sua ideologia
Sem passado de Maoísta
Já se tem por extremista?
O que do Barroso se diria?

É a política populista
Dos minoritários…
Que são tão primários
Na via capitalista!

Que tud’o qu’atente
Contr’a sua visão:
É kalashnikov na mão,
A matar tod’a gente!?

Os “capitalistas”,
O “Estado de Direito”!
Só eles fazem bem feito…
E são pacifistas!!

Mas sendo pequeninos
Têm qu’impressionar!
Por isso tal placar
Do “comer meninos”…

Ao pequeno almoço!
Como cont’a história…
Eis a sua glória
Na luta p’lo povo!

E o novo “bicho-papão”
É o Pacheco Pereira!!?
Nunca vi tant’a asneira
Só por uma eleição!?

Bicho-Papão

Bicho-Papão

Anúncios

Posted on 2 de Agosto de 2015, in Comunicação Social, Política, Propaganda and tagged , , , , , , , , , . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s