Prémio: Veredicto! (Culpado, claro!!)


Captura de ecrã 2018-10-09, às 10.43.03

Anúncios

Prémio: Segredo de Justiça!


Este blogue encontra-se, doravante, sob SEGREDO DE JUSTIÇA! 😉

Lembrem-se: a realidade, por vezes, supera a própria ficção!

Até sempre!

PÈROLAS

Read the rest of this entry

Ponto da situação


Hoje deu-me pr’a poetizar
Já qu’os cerdos não me fazem mais poemas,
Pois qu’ainda há resmas e resmas
De tanta prov’a apurar…

Read the rest of this entry

O “reticências…”


Vou abrir nova excepção
Pr’a falar dum grande cerdo,
Aquele que mais “mete medo”
Neste panteão!

Read the rest of this entry

Ditames e dolos


Não há crime mais abjecto
Que não mereça defesa,
Qu’a sociedade se lesa
S’o crime só for perfeito,

Read the rest of this entry

Protegido: “Ética” a conluio…


Este conteúdo está protegido com uma palavra-passe. Para o visualizar, por favor, insira em baixo a sua palavra-passe:

Ser ou não SER?


Não sou ingénuo
Ao ponto de querer mudar o mundo,
Porque sei qu’o nosso eu profundo
É eterno;

Read the rest of this entry

Prémios: “Porcos d’Ouro 2017/2018”

Prémio: O Rei do Bacon!!


Ma'man.png

O diário de Maria


Maria tinha um diário,
Um assento de conduta,
E nele descrevi’a labuta
Em pleno abecedário,

Read the rest of this entry

Prémio: “Melhor Argumento Original”


Capote.png

Prémio: O Areias era um camelo…


Camelo.png

Prémio: Melhor dito popular


Clássico

Poesia d’alcova


Já não m’escreves “poesia”,
Minha linda?
Já te tens finda
Nessa veia?

Read the rest of this entry

Prémio: Nobel da Paz


Always Smile

 

“ Todo o homem vive para si e dispõe do livre arbítrio necessário para atingir o fim a que se propõe. Tem e sente em si a faculdade de fazer ou não fazer esta ou aquela coisa; mas, desde o momento em que está feita, já lhe não pertence e torna-se propriedade da história, onde encontra, fora do acaso, o lugar que lhe é marcado antecipadamente.”

Liev Tolstói em Guerra e Paz

Protegido: Leva lá a bicicleta!


Este conteúdo está protegido com uma palavra-passe. Para o visualizar, por favor, insira em baixo a sua palavra-passe:

Criminologia


Imaginem-se na pele
Do criminoso,
No seu passado ardiloso
Em “qu’é tudo era dele”,

Read the rest of this entry

Prémio: Porco do(s) ano(s)!


Cerqueira II.png

O mensageiro


O objectivo
Nunca foi desvendar a mensagem,
Foi nisso ter-s’a “coragem”
De nela encontrar um inimigo!?

Read the rest of this entry

Prémio: Tripulação completa


Crew.png

Maria da Batucada


Maria da Batucada
É muito boa moça,
Trabalha na roça
Por tudo e por nada!

Read the rest of this entry

O fado do trinta e um!


Este triste fado
Lusitano,
Um gingão, um magano
A caminhar de lado,

Read the rest of this entry

Morrer a vida


A sério,
Eu entend’o vosso desconforto,
Estar no “lugar do morto”
Junto ao “necrotério”,

Read the rest of this entry

Prémio: Nóbel da literacia


Literacia

Poema da batucada


A porca de São Tomé
Agora quer-se uma gata,
Pr’a não dar parte fraca
Em ser o que é!

Read the rest of this entry

A “SAD” não sabia de nada…


Diz-me a vara
Que granjeio inimigos,
Passivos e activos
Que não dão a cara!

Read the rest of this entry

Prémio: Nóbel da Literatura!!


Nóbel.png

Errare humanum est…


A vida é feita d’erro,
Da sua aprendizagem, efeito,
É uma prova de auto-respeito
Do nascimento ao enterro!

Read the rest of this entry

Ocultos…


Os corruptos
Andam preocupados,
Têm-se agitados
Em movimentos ocultos…

Read the rest of this entry

O “SENHOR” FEUDAL


“O canhão matou o feudalismo; a tinta matará a sociedade moderna.”

― Napoleão Bonaparte

O “senhor” feudal
Tem um grande feudo,
E nele julga meter medo
A qualquer jogral;

Read the rest of this entry

Falta de pu…pu…pu…dor!


O gago continua activo
Na chicana política,
E tudo pr’a ele é crítica
No acordo colectivo…

Read the rest of this entry

“Se fosse fácil faziam outros…!!”


Batmuma & Rabinho


Ga…gag…ga…go!!


Eu comprendo…
Gostavas de ser com’eu!!
Nasceste gago e “plebeu”
E sabes que nunca me vendo!!

Read the rest of this entry

“Lecitude”


Eles estão em choque,
Julgavam-se impunes!?
Há homens e clubes
No toque a rebate!!

Read the rest of this entry

…E o resto é HISTÓRIA!!


Acuso!!


Ninguém é mais odiado do que aquele que fala a verdade…

Platão

Podem, pois, contar
Não mais c’a verdade,
Com tod’a autoridade
De quem sabe falar!!

Read the rest of this entry

Ad perpetuam memoriam


Há um dado momento
No nosso percurso d’existência,
Em qu’um registo de dormência
T’é o Acontecimento!

Read the rest of this entry

Filme mais que visto…


Porque nos querem vender
Este acordo por perfeito?
Porque nos querem a jeito
De tudo nisto aquiescer?

Read the rest of this entry

Ancien Régime


A queda deste velho regime
Está eminente,
E a revolta é urgente
“In limine”!

Read the rest of this entry

Prémio: “Fã nº1”


Accra II

Está tudo na mesma?


Dizem-n’os ilustrados
Que tudo está igual,
E qu’o reino do mal
É dos bem-aventurados!

Read the rest of this entry

Legado


Dizem que caiu o Carmo
E a Trindade,
No dia da liberdade
E do grande alarme…

Read the rest of this entry

Prémio: Delegado Sindical


Peixe-balão.png

A “matança” do suíno


O gordo suíno
Está pronto pr’a “matança”,
Mas ainda acalent’a esp’rança
Do gado equino!?

Read the rest of this entry

O paraíso na Terra


O mundo d’Eva
Já não é o mesmo,
O paraíso ficou a esmo
Do Inferno na Terra…

Read the rest of this entry

A verdade liberta?


Isto de ser Diva
Já não é um clássico,
E o sentido frásico
Da exclamação altiva,

Read the rest of this entry

Prémio: História da “arte”


Estilos

Protegido: Que diabo…!?


Este conteúdo está protegido com uma palavra-passe. Para o visualizar, por favor, insira em baixo a sua palavra-passe:

Resultado feito!


A sonegação dos factos,
O esconder das evidências,
E nisto marcar conferências
Pr’a s’exigir tais hiatos,

Read the rest of this entry

The fourth kind


Isabel,
És pr’a mim imortal,
A “morte” assenta-te mal
Como papel…

Read the rest of this entry

Hipocrisia histórica


Os césares da vida
Clamam contr’a corrupção,
Como não se lhes desse a tentação
Devida…

Read the rest of this entry

Prémio: Arrendamento Social


Robles

O professor-cobaia


O professor-cobaia
Inventou de novo a pólvora,
E hoje celebra-se a sua obra
De Lisboa a Haia!!

Read the rest of this entry

Então, boas férias!!


Boas férias!!.png

Prémio: Identidade Oculta II


NOSFERATU.png

Prémio: “Com o terço na mão e o diabo no coração”


Saco d+esmolas.png

Roberto, Roberto…


Roberto,
Não tens que muito procurar,
Eu sou fácil d’achar,
Estou perto!

Read the rest of this entry

Humanismo dos Descobrimentos


Fom’os primeiros
A romper fronteiras,
E as capciosas charneiras
Que nos fez pioneiros,

Read the rest of this entry

Prémio: Legalidade & Fiscalidade


Croquete

O “croquete” Roberto


O “croquete” Roberto
É um pequeno-grande ser humano,
Parece um boneco de pano,
Mas é um homo-erectus!

Read the rest of this entry

Prémio: Sai mais um processo?


Raríssimas

ONGD


Uma ONGD
Não tem fins lucrativos,
Nem valores perdidos
Onde não s’os vê,

Read the rest of this entry

Prémio: Mobilidade geográfica


Mobilidade geográfica.png

Prémio: Mecenato político-artístico


MEDINA.png

Prémio: Classe política


Rock e a amiga .png

Prémio: Inocência


Trumpa.png

Prémio: Mecenato moscovita


Czar

GuardarGuardar

Prémio: Identidade oculta


va,piro

Prémio: Globalização


ABIDJAN.png


Prémio: Amor de mãe!


Vampiro.png

Declaração d’interesses


I

Eu quero um sindicato
Que me seja conveniente;
Qu’um dia esteja ausente
E noutro activado!

Read the rest of this entry

Leitura política


Por estilo e formação
Não m’escondo no discurso,
E há uma leitura de recurso
Na pretensa solução:

Read the rest of this entry

O milagre da duplicação


Quem mais violou
Ou nisso foi favorecido,
É quem se diz agredido
No que não passou…

Read the rest of this entry

Herança indivisa


Vetou-se o acordo
Porque teve que ser,
E há nisto qu’o refazer
No todo…

Read the rest of this entry

Prémio: a piada vampiresca do ano!


VAMPIRO

Justiça e equidade?


Pois…

Porcos a voar!!? (Opláaaaahhh!!)

Usam dos conceitos
De forma aleatória,
Pr’a mostrar outra estória
Sobr’os nossos direitos!?

View original post mais 411 palavras

Contra!


Apesar de tod’o vosso empenho
Eu votaria contra,
Qu’isto é mais qu’a conta (!!),
Em número e tamanho!

Read the rest of this entry

Difamação


O difamador
Gosta da difamação,
Pr’a lançar a confusão
Sem ser ele o “autor”,

Read the rest of this entry

Eu “acardito”


Fui-lhe tão injusto,
Ao nosso vampiro…
E o qu’eu o admiro
(A muito custo!);

Read the rest of this entry

Joker


Eu sou um assomo
Da vossa consciência,
A ténue resistência
Ao seu próprio abandono!

Read the rest of this entry

O “Tulha”

Os mémés!


A ovelha negra
Não segu’o carreiro,
Desvia-se do meio
Que lev’a turba cega;

Read the rest of this entry

“Virtude”


Portugal,
Celebramos-te mais um dia,
E de Camões a sua poesia
Por ideal!

Read the rest of this entry

Menino e corrupto


Querem-me os meninos
Em folga sempr’a laborar,
E que sempre me faço avançar
Aos seus próprios destinos…

Read the rest of this entry

(Al)Cavala


A vida segu’o seu curso
No reino da corrupção,
E na Tv a estação
Põe em prime time o corrupto!

Read the rest of this entry

A vida homicida


Dizem que ganhou a vida
Na decisão sobr’a morte,
E o país segu’o seu porte
Em mais uma batalha perdida…

Read the rest of this entry

Passado/Presente


Quando atentamos na história
Do nosso passado recente,
Percebemos qu’o “antigamente”
Foi apenas moratória,

Read the rest of this entry

A ponta do icebergue


O escândalo sucessivo
Sobr’o desporto em Portugal,
Em qualquer capa de jornal…
É um aperitivo!!

Read the rest of this entry

Corrupção


Acto de corromper
Por promessa, suborno,
Pr’a qu’outro retorno
Se possa obter…

Read the rest of this entry

Nero, Ave(s)!


Já arde Alvalade
Em chamas verde-rubras,
E Nero come uvas
Em conformidade…!?

Read the rest of this entry

Não-alinhado


Quando não t’alinhas
Aos grandes interesses,
Tomas mais reveses
Do qu’aqueles que tinhas…

Read the rest of this entry

Contra tudo e contra todos!!


Eram (são?) os donos disto tudo,
Nos campos, na finança, na política,
Que maior qu’o país é o benfica…
Sej’o diabo cego, surdo e mudo!!!

Read the rest of this entry

Voltar a acreditar?


Deu-m’a eleição
O corrupto da esfera,
Porque pr’a ele quem opera
Pode fazê-lo em “perfeição”;

Read the rest of this entry

Sistema


Um conjunto
D’elementos integrados,
De mandantes e subordinados
Sempre a um mesmo assunto…

Read the rest of this entry

A legítima


Tu deves pensar
Que já está tudo esquecido,
Qu’o processo foi resolvido
E que nada há apurar,

Read the rest of this entry

Campeões, campeões!!


O Porto é campeão
Contr’as arbitragens,
Contr’os corruptos das mensagens,
Contr’o regime da nação…

Read the rest of this entry

Liberdade


A liberdade
Comporta um alto preço,
Não é um simples adereço
De necessidade,

Read the rest of this entry

Voar


Como um pássaro já voas
Na tua imensidão,
Qu’um filho nos dá extensão
Em mil pessoas!

Read the rest of this entry

Poesia, pr’a que serve?


Pr’a que serv’a poesia
No que nisto não se saiba?
Há nela alguma verdade mais sábia
Qu’o homem não sabia?

Read the rest of this entry

Antes espanhol!


Passa-s’a fronteira
E já não há cinzento,
Qu’o fogo, no seu consentimento,
Aqui tem outra barreira;

Read the rest of this entry

Mudança


O movimento
Pressupõe mudança,
E forj’a esperança
No tempo…

Read the rest of this entry

Oportunidade


Tudo na vida
É uma oportunidade;
Uma via a metade
Ou o fim da subida.

Read the rest of this entry

Novos cromos (para a troca)

Crepúsculo


Quem se acha
Mais que perfeito,
E no seu direito
Não se relaxa,

Read the rest of this entry

Coincidência


A simultaneidade,
Essa ocorrência
Que faz da coincidência
A veracidade!!

Read the rest of this entry

Morreu a ideologia…


Morreu a ideologia,
O sonho, a convicção,
A vida, qu’a “humanização”
É só fisiologia!

Read the rest of this entry

Impunidade


Impunidade.
Sentimento de certeza,
A mais absoluta crueza
Da falsidade!

Read the rest of this entry

Prepotência


Significado
De prepotência:
A total ingerência
Dum poder tomado!

Read the rest of this entry

Nunca o “Porco” voou tão alto…


Captura de ecrã 2018-03-30, às 09.43.21

Captura de ecrã 2018-04-11, às 18.51.41.png

Politica Sindical

O Estado da Nação


O clube da corrupção
Faz jus aos seus métodos,
E escondem-se os seus adeptos
Da divulgação…

Read the rest of this entry

O Vampiro em Alcatraz


Assoma-se o vampiro
E vai a Alcatraz,
Mas que belo rapaz
Qu’é o puto giro!!

Read the rest of this entry

Os lambe-cus


A profissão mais nobre
Do quadrante nacional,
É ser-se um ser igual,
Permanentemente pobre…

Read the rest of this entry

“Clandestinidade”


Queriam-no por “facilidade”
O nosso direito,
E na força do pleito
Vingou pr’a posteridade

Read the rest of this entry

Síria


Morrem na Síria
Homens e crianças,
Em francas matanças
Sem faixa etária…

Read the rest of this entry

Condicionamento clássico


Com o que sonhas, porco?
Bolota!
E já Pavlov tirar’a nota
Daquele pulsar cardíaco!

Read the rest of this entry

A diferença dum presunto!?


Se na minha vida
Houvesse oferecido presuntos,
Já tinha obtido mais fundos
Do qu’a quantia investida!

Read the rest of this entry

Protegido: Diagrama do sono


Este conteúdo está protegido com uma palavra-passe. Para o visualizar, por favor, insira em baixo a sua palavra-passe:

Prémio: Jogos Olímpicos d ‘Inverno


Captura de ecrã 2018-02-20, às 23.01.38

Gueto


Querem-nos num gueto
Separand’os seus,
E os restantes judeus
Do resto…

Read the rest of this entry

O sapo e o escorpião


Chegados à beira do lago,
O sapo e o escorpião,
Tentou este relação
Qu’o passasse ao outro lado!

Read the rest of this entry

Protegido: Roteiro Moscovita


Este conteúdo está protegido com uma palavra-passe. Para o visualizar, por favor, insira em baixo a sua palavra-passe:

O estio Moscovita…


I

O Caraquenho
“Morreu” de frio…
Que saudades do estio
Do seu engenho!

Read the rest of this entry